The Honorary Title

~ 2002 : 2009 ~

41GEnkj0f6L

Tal banda vinda de Brooklyn, New York, fazia parte do ramo indie rock dos EUA. O EP de estréia ao público, foi divulgado em 2003, dando seguimento ao primeiro álbum de estúdio em 2004. The Honorary Title, como diversas outras bandas, partilhava da técnica de relançar músicas em outros discos com versões diferentes, dando certa ênfase relativa.

Passaram pela banda os integrantes Aaron Kamstra, Jon Wiley, Mike Schey, Adam Boy – ex-integrante da banda The Format – entre outros, com a devida permanência de Jarrod Gorbel, o líder vocal.

Após vários EPs, álbuns e compilações, a banda veio ao término em 2009, deixando Gorbel livre para se promover em sua carreira solo.

Ouça aqui ”Far More”, faixa do álbum de 2007 – foto acima -, e confira um pouco mais sobre a biografia dos indies norte-americanos a seguir: Bio.

sem-titulo

De Pop Rock?

Este é Trent Dabbs, passando charmosamente diante de seus olhos na companhia de um violão. E a pergunta displicente é a seguinte: ainda existe qualidade no ramo suave do pop rock?

TEMP-Image_1_1

Nascido em Mississipi, mudou-se para Nashville para aprofundar em sua extensiva carreira. Iniciou-a em 1999, contabilizando até os dias atuais nada mais, nada menos que quinze álbuns de estúdio. Trent é co-fundador do musical ”Ten Out of Tenn”, presente desde 2005, ao lado de sua esposa Kristen Dabbs.

O músico norte-americano possui várias de suas canções como parte de trilhas sonoras de seriados como Bones, Ghost Whisperer, The Arrow, Drop Dead Diva, The OC, One Tree Hill, NCIS, Greys Antomy e mais milhares deles.

O que acham de irem logo conferir a discografia de Dabbs? Sigam-no por aqui até o last.fm. E aqui vão duas sugestões entre as preferidas do Cafofo: ”Off We Go” e ”Inside These Lines”. Aproveitem!

sem-titulo

A MPB de Kiari

Quem logo no início de abril já deu uma passadinha aqui no Cine Theatro Vallourec em Minas Gerais?

15050660524_56a83d701b_b

Luis Kiari, natural de Paraíba. Músico nato, faz parte da nova geração MPB de que o Cafofo eventualmente comenta em suas postagens. Envolvido em música desde muito criança, o cantor constitui sua carreira rumo ao sucesso. Quando adquiriu maior idade se adentrou ao Rio de Janeiro e ficou por lá.

Ao conhecer os amigos que vieram mais tarde a serem parceiros, criou-se o projeto ”Os Varandistas”, tendo como palco a varanda do apartamento do músico nordestino. Entre suas principais parcerias estão Caio Sóh, Fred Somer, Gugu Peixoto, Taís Alvarenga e Maria Gadú.

Uma de suas composições com Peixoto, cantada com a parceria de Gadú, entrou para a trilha sonora da novela ”Cama de Gato” da Rede Globo, sendo bem aceita e uma porta de entrada para o triunfo de seu disco de estréia.

Foi através do canal Gasolina CC, em uma sequência de vídeos intitulados ”PROJETOR” é que conheci Kiari, enquanto interpretava uma linda música ao lado de Taís Alvarenga. Confira abaixo!

Não deixem de ouvir o restante da playlist, repleta de canções para aquietar a alma.

sem-titulo

Stereophonics

Um brinde a estes rapazes britânicos, e a sua própria cerveja!

Stereophics-brewing-their-limited_-edition-beer-with-Brains-Brewery.jpg

Presente desde 1992, originada no País de Gales, berço da banda de rock alternativo.

Tendo parte de seus lançamentos incluído no top 10 da UK Albums Chart, a banda também já foi premiada como ”Banda Revelação” com um Brit Award.

Incluída no cenário britpop, os integrantes atuais são Richard e Kelly Jones, Adam Zindani e Jamie Morrison.

Em forte ascensão, Stereophonics já contabiliza nove álbuns de estúdio, mais sete DVD’s, entre coletâneas e álbuns ao vivo. Seu último álbum, lançado em 2015: ”Keep the Village Alive”, com versão deluxe, está disponível no iTunes e Amazon, e algumas faixas com videoclipes em seu canal do youtube.

Não deixe de conhecê-la e fortuitamente incluí-la em seu podcast!

(Saiba mais sobre a cerveja dos rockers aqui no site da Rockbreja.)

sem-titulo

Friends with Benefit

feab9b94574cb2a544fd145956da7dfe

Post dedicado ao segundo álbum da série One Tree Hill.

Criado e desenvolvido pela personagem Peyton Sawyer, em busca de levantamento de fundos em prol da luta contra o câncer de mama, doença adquirida por sua mãe biológica, Ellie. Na trama, Peyton reuniu quinze artistas para tocar no Tric – bar fictício -, onde a campanha foi manifestada.

Como não seria de se surpreender, todas as músicas são ótimas e bem engajadas. Segue listagem abaixo:

  1. Feeder : Feeling a Moment
  2. Jack’s Mannequin : The Mixed Tape
  3. Audioslave : Be Yourself
  4. Nada Surf : Always Love
  5. Gavin DeGraw : Jealous Guy
  6. Citizen Cope : Son’s Gonna Rise
  7. Hot Hot Heat : Middle of Nowhere
  8. Tyler Hilton (Chris Keller): Missing You
  9. MoZella : Light Years Away
  10. Shout Out Louds : Please Please Please
  11. Fall Out Boy : I’ve Got a Dark Alley and a Bad Idea That Says You Should Shut Your Mouth (Summer Song)
  12. Jimmy Eat World : 23
  13. Bethany Joy Galeotti (Haley James Scott): Halo
  14. Michelle Featherstone : Coffee & Cigarettes
  15. Strays Don’t Sleep : For Blue Skies

O álbum foi lançado pela gravadora Maverick, em 2006. OTH se encontrava em sua terceira temporada.

Vamos nessa dar play neste álbum estrondoso? Friends with Benefit Vol.2!

A quem possa interessar, o Cafofo tem um post sobre todas as canções de OTH logo aqui: As Canções de One Tree Hill. 😉

sem-titulo

Cope

Seja muito bem-vindo Clarence Greenwood!

Mais conhecido por seu pseudônimo, Citizen Cope, Clarence faz parte da massa do rock alternativo desde 1991.

Comparado até ao digníssimo Marvin Gaye, por sua mescla de estilos musicais em suas melodias, Cope também tem como fãs importantes, Ellen DeGeneres, a loira minimalista que rebate a programação noturna americana com seu talk show.

O artista gravou seis álbuns até o presente momento, e seguimos aguardando novas canções por aí. (Vamos logo com isso Clarence!)

Ouça ”Son’s Gonna Rise” de seu terceiro álbum abaixo e aproveite para locomover os móveis de perto antes que o solo da guitarra se expresse. 🙂

sem-titulo

Invente-se

Manhã de terça-feira. Frio. Café, talvez chá. Bolacha ou biscoito. Trabalho. Rotina. Música! Hoje é só mais um dia-chance para que você se reinvente. Ela pode ser sua aliada.

a-musica-ideal-para-cada-signo-do-zodiaco.jpg

Iniciando sua trilha com uma canção da série atual recorrente, ”13 Reasons Why”…

– Terça-feira da Invenção –

Um mix de canções multi-gêneros.

  1. Vance Joy – Mess Is Mine
  2. Ed Sheeran – Don’t
  3. Alex and Sierra – Scarecrow
  4. Paloma Faith – Only Love Can Hurt Like This
  5. The 1975 – Robbers
  6. Coldplay – Trouble
  7. City and Colour – Wasted Love
  8. Adele – Hometown Glory
  9. Jason Walker – Midnight Starlight
  10. Cary Brothers – Ride

sem-titulo

Elliott Smith

Conheça Steven Paul Smith, o cantor de memórias turbulentas que nos deixou aos 34 anos.

es6

Podemos definir o seu som como indefinível. Isto mesmo. Indefinível! As melodias de Elliott notoriamente nascidas em meio ao Lo-fi, vão do indie rock ao indie folk. O músico compunha  com frequência aliado ao violão, seu principal instrumento. Mas também tocava vários outros.

Depois de sair de Omaha/Nebraska, Smith firmou endereço em Portland/Oregon com seu pai, onde criou sua fama.

Iniciou sua carreira solo em 1994, tendo o prazer de ver uma de suas canções ser batizada como single somente em 1997, “Miss Misery”.

Elliott lançou cinco álbuns, e trabalhava em seu sexto quando teve sua carreira interrompida em consequência de um – atualmente ainda inconclusivo – possível suicídio cometido em outubro de 2003. Duas facadas no peito foi o que lhe tirou a vida. O álbum “From A Basement On the Hill” foi lançado postumamente logo no ano seguinte.

Smith tivera um emocional difícil, marcado por devaneios ou duras realidades. Quem é que sabe?. Leia mais sobre a biografia do cantor logo aqui em Mondo Bacana. E confira por si próprio a beleza e simplicidade de suas canções, com Angeles abaixo.

sem-titulo

Nada Surf

d_nadasurf_01

Quem está de CD novo atualmente? O trio americano de rock alternativo.

Em seu princípio, a banda era taxada popularmente por one hit wonder – termo usado comumente para denominar as bandas conhecidas somente por um single -. Nada Surf foi criada em 1992, tendo seu disco de estréia somente no ano de 1996: “High Low”. O disco que trouxe a canção Popular nas graças do público.

O trio é composto pelos rapazes Daniel Lorca (baixo e vocais de apoio), Ira Elliot (vocais de apoio e bateria) e Matthew Caws (vocal e guitarra). Ambos norte-americanos.

O álbum novo a que me refiro acima foi lançado em 2016 “You Know Who You Are“. Nome de peso hã?! Embora minha música preferida seja a canção que ouvi na trilha da série One Tree Hill. Quem acompanha o Cafofo semanalmente, sabe que há vários artistas musicais descritos por aqui, que fazem parte da trilha sonora de OTH. (Saiba mais no link da série, supracitado).

Finalizando, através do last.fm você conhece um pouco mais sobre os garotos: Last.fm – NS, e abaixo, fica o convite à canção de respeito do álbum Let Go, de 2002.

Você que é fã de OTH, continue acompanhando o Cafofo, pois em breve teremos uma postagem sobre o disco de sucesso ”Friends with Benefits” da famosa personagem P. Sawyer. 😉

sem-titulo

Silva

Hoje quem nos dá o ar da graça no Cafofo é Lúcio Silva!

1354041217jorge-bispo-0685.jpg

Silva é um cantor multi-instrumentista, compositor e produtor musical, onde o gênero segue do MPB ao indie pop.

Seu álbum de estréia “Claridão”, de 2012, o tornou nacionalmente conhecido. O cantor já ganhou várias premiações do canal Multishow, e um troféu da APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte. Outros três álbuns vieram nos anos seguintes, com o último sendo um tributo a cantora de MPB maravilhosa, Marisa Monte: “Silva Canta Marisa”, lançado em novembro de 2016, com doze faixas.

Silva atualmente aos 28 anos, toca piano e violino. Seus trabalhos como produtor musical, incluiu produções do disco do próprio irmão e também músico, Lucas Silva.

Nascido em Vitória, ES, já fez participações com artistas prestigiados como Lulu Santos, Fernanda Takai, Clarice Falcão, Tiago Iorc, Céu e Kassin.

Com suas canções simples e acolhedoras, Silva continua fazendo uma ninhagem de fãs por todo o Brasil.

E então? Já podemos encerrar a apresentação e ir direto escutar um single enfeitado pelos encantos de Maria Flor? 😉

sem-titulo

Vertical Horizon

Criada na Universidade de Georgetown, em Washington, a banda de rock alternativo vem acompanhada de nostalgia.

Vertical_Horizon_-_There_And_Back_Again

 O primeiro disco lançado foi o da foto acima: “There and Back Again, em 1992, pela RCA Records. Dez faixas promocionais marcaram o início de uma extensa carreira.

Começando apenas com um duo por Matt e Keith, atualmente é composta também pelos integrantes Ron LaVella, Donovan White e Jeffrey Jarvis, pela necessidade e desejo dos membros, que resolveram alargar a equipe, marcando posteriormente a saída de Keith Kane.

Após o lançamento de dois álbuns, já com a formação grupal, veio o disco que se tornaria single e tendência, permitindo premiação de platina e ouro: “Everything You Want”, veio em 1999. Anos mais tarde, vieram mais três álbuns, sendo o último em 2013: “Echoes from the Underground”.

Apesar da pausa entre gravações, o grupo está em turnê pelo mundo, como podem observar através da página Vertical Horizon.

Leia mais sobre a biografia da banda e faça scrobbles em seu pc, pelo last.fm. Confira também a faixa It’s Over logo abaixo!

sem-titulo

O Som de Jeneci

05. Projeto Música no Câmpus – Marcelo Jeneci

Chegue mais Jeneci!

Nascido na zona leste de São Paulo, o multi-instrumentista conviveu com a música desde bem novo, apaixonado pelos instrumentos – com influência do pai, que trabalhava em seus consertos – e alguns artistas queridos do país, como Roberto Carlos.

Um compositor que teve algumas de suas canções cantadas por Zélia Duncan, Arnaldo Antunes, entre outros, iniciou no meio musical tocando sanfona com a banda de Chico César.

Seu primeiro disco “Feito Pra Acabar”, foi lançado em 2010 pela Som Livre, ganhando notoriedade na revista Rolling Stone, como um dos melhores discos do ano. O segundo veio em 2013: “De Graça”, que de fato caiu mesmo nas graças do público, e nas minhas também.

Jeneci faz parceria em todas as suas canções com uma estudante de psicologia de 23 anos, Laura Lavieri, ambos se conhecendo através do pai de Laura, do então meio musical.

Por fim, deixo para vocês o site oficial do são-paulino: M.J, para que apreciem de todas as canções do último álbum disponibilizadas, e possam assim esbanjar o bom humor! 😉

sem-titulo

Blind Pilot

Vinda de Portland, Oregon – EUA, a banda de indie folk que ao contrário do que sugere o nome, sabe muito bem para onde está se conduzindo.

avatars-000228624976-d8na57-t500x500

A partir de seu álbum de estréia, em 2008, o grupo chegou até o iTunes e a Billboard.

Seus membros são Luke Ydstie, Ian Krist, Ryan Dobrowski, Dave Jorgensen, Kati Claborn e Israel Nebeker. (que raio de sobrenomes são esses?).

Os ciclistas amadores que completaram uma extensa jornada seguindo de Washington para Califórnia, comportando todos os seus instrumentos, estão em atividade completando seu terceiro álbum de estúdio: “And Then Like Lions” – foto acima – lançado em 2016. O grupo possui além deste e de “3 Rounds and a Sound” como estréia, um disco preferido por aqui: “We Are The Tide“, de 2011, não esquecendo também de seu promissor Extended Play pela iTunes.

Quatro canções de seus discos viraram singles internacionais, entre eles a mais nova música predileta do Cafofo, Packed Powder.

O que acha agora de aumentar o som e praticar algum molejo ao som de We Are The Tide? Sim ou óbvio?

Não deixe de visitar o site oficial para ficar por dentro de todas as notícias e vídeos: blindpilot.

sem-titulo

Eu li Indie Folk?

banjo-indie.jpg

Com a chegada do sol, há também a nossa preguiça em levantar-se da cama. É por isso que o Cafofo pensou em trazer uma trilha de indie folk escolhida a dedo pelos amantes do gênero, para que você possa apreciar enquanto junta forças para iniciar o dia.

São vinte e sete canções, juntando bandas como Of Monsters and Men, Mumford & Sons, The Paper Kites, Eddie Vedder, Phillip Phillips e outras tantas mais.

Dê o play e aproveite seu dia! 😉

– “Indie Folk Greatest Hits” –

sem-titulo